Editorial Frankenstein

2018

Durante minha formação como designer, fomos desafiados a recriar uma Frankenstein ou O Moderno Prometeu de Mary Shelley.  Compus o time de artistas e em minha lâmina resolvi homenagear Sarah Baartman, uma mulher negra que teve seu corpo banalizado e exposto como aberração, no século XIX na Europa. Ficou popularmente conhecida como "Vênus Hotentote". Assim como Frankenstein, Sarah tem seu corpo feito como experimento ao olhar do outro durante e após vida, ficando na França até março de 2003, quando após manifestações seu corpo volta a sua terra natal e é finalmente velado.